imagem: Jia Lu, Illuminated

"EM CADA CORAÇÃO HÁ UMA JANELA PARA OUTROS CORAÇÕES.ELES NÃO ESTÃO SEPARADOS,COMO DOIS CORPOS;MAS,ASSIM COMO DUAS LÂMPADAS QUE NÃO ESTÃO JUNTAS,SUA LUZ SE UNE NUM SÓ FEIXE."

(Jalaluddin Rumi)

A MULHER DESPERTADA PARA SUA DEUSA INTERIOR,CAMINHA SERENAMENTE ENTRE A DOR E AS VERDADES DA ALMA,CONSCIENTE DA META ESTABELECIDA E DA PLENITUDE A SER ALCANÇADA.

BLOG COM MEUS POEMAS:

http://desombrasedeluzanna-paim.blogspot.com/



sábado, 24 de janeiro de 2009

A PONTE



É tão tarde ou é tão cedo?
Só sei que perdi o medo
De escrever torto por linhas certas
E minha maior descoberta
É não virar cinzas na Quarta-feira
E de qualquer maneira
Terminar meu Carnaval
Em suave vendaval
De sombras,sonhos e poesia
E no final do meu Dia
Não ver o verde ceifado
Mas o céu todo estrelado
E sempre seguir adiante
Numa estrela radiante
Ou numa folha que tomba
Uma pequena sombra
No retoque de um tom
De silêncio...e de som...
Da Ponte
Da Fonte
De LUZ...

Anna Geralda Vervloet Paim
Porto Alegre,23/01/2009

Um comentário:

Rosa Leonor disse...

Bonito poema, anna...muito inspirado!

um abraço

rosa leonor