imagem: Jia Lu, Illuminated

"EM CADA CORAÇÃO HÁ UMA JANELA PARA OUTROS CORAÇÕES.ELES NÃO ESTÃO SEPARADOS,COMO DOIS CORPOS;MAS,ASSIM COMO DUAS LÂMPADAS QUE NÃO ESTÃO JUNTAS,SUA LUZ SE UNE NUM SÓ FEIXE."

(Jalaluddin Rumi)

A MULHER DESPERTADA PARA SUA DEUSA INTERIOR,CAMINHA SERENAMENTE ENTRE A DOR E AS VERDADES DA ALMA,CONSCIENTE DA META ESTABELECIDA E DA PLENITUDE A SER ALCANÇADA.

BLOG COM MEUS POEMAS:

http://desombrasedeluzanna-paim.blogspot.com/



quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

MENSAGEM PARA 2010

.



Olhe para trás!

Está vendo o caminho percorrido?

Entre quedas e tropeços, subidas e descidas, momentos bons e ruins, chegamos até aqui.

Vivemos histórias que não pertencem a ninguém mais.

Guardamos na memória, fatos que máquina nenhuma no mundo conseguirá revelar.

Fazem parte das nossas lembranças, nossos passos e da pessoa única que somos.

Mas, infelizmente, temos o hábito de guardar cicatrizes do que nos fez infelizes e olharmos como uma lembrança distante e apagada o que nos deu alegria.

É possível ressentir uma grande dor com grande intensidade, trazendo à tona as mesmas emoções vividas; mas como é difícil ressentir do mesmo jeito, uma felicidade que um dia nos fez vibrar!

O ideal seria inverter as situações.

Guardar na pele e na alma cicatrizes do que nos fez bem e nos lembrar do mal sem muita nitidez.

Guardar das pessoas o lado bom, o bem que nos fizeram e o que de bom vivemos juntos.

Talvez devesse constar com mais freqüência as palavras perdão e compreensão no nosso dicionário.

De vez em quando,olhe para trás!

Mas não se volte completamente.

Olhe apenas o bastante para se lembrar das suas lições para que estas te sirvam no presente.

Não lamente o que ficou, o que fez ou deixou de fazer.

O que é importante seu coração carrega.

Olhe diante de si!

Há esse véu encobrindo o que virá, deixando entrever apenas o que seus sonhos permitem.

Mas existe dentro de você uma sabedoria de alguém que desbravou alguns anos da história.

Existe dentro de você, uma força que te torna capaz!

O dia chega insistente como as marés do oceano.

Às vezes calmo, outras turbulento, mas presente sempre.

Vivo sempre.

Cada noite dormida é uma vitória, cada manhã, um novo desafio.

E você nunca está sozinho, mesmo quando se sente solitário.

Todo o seu passado está gravado em você, como gravadas estão as pessoas que você amou.

Levante esse véu pouquinho a pouquinho a cada amanhecer; sem pressa, saboreando a vida como uma aventura, nem sempre como um mar calmo e tranqüilo, mas possível, muito possivelmente vitoriosa.

Construa hoje as suas marcas de amanhã.

F E L I Z 2 0 1 0 ! ! !

http://conexoesdeamor.blogspot.com/2009/12/olhe-para-tras-leticia-thompson.html

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

LILITH

.



A Verdadeira Rebelde Maior De Todas As Esferas.

A Verdadeira Senhora Da Verdadeira Independência.

A Verdadeira Senhora De Si Mesma.

A Verdadeira Desafiadora Da Celestialidade.

A Verdadeira Mulher Em Seu Aspecto Mais Libertador.

Esta É Lilith.

Rainha Lilith.

Suprema Lilith.

Onipotente Lilith.

Onipresente Lilith.

Onisciente Lilith.

A Grande Fêmea, ao recusar-se submeter aos caprichos dos mandos e desmandos viris, foi a primeira feminista da História Da Criação. Quando falo em feminismo aqui, não me atenho ao feminismo cri-cri dos dias atuais, nas quais certas mulheres se dizem “melhores do que os homens”. Os homens não são melhores do que as mulheres e as mulheres não são melhores do que os homens, esta é uma Verdade Das Mais Evidentes. Há para tudo um equilíbrio e, para que a Criação continue a Existir e a Insistir Em Si Mesma, Tudo Tem Que Estar Equilibrado Na Balança Existencial. Ao recusar-se a ser obediente, Lilith queria apenas Igualdade, Verdadeira Igualdade, para com o homem. Elohim, no entanto, baniu-a das Altas Esferas, Ele, não podendo aceitar tal Rebelde Ser, enviou-a para bem longe de Si e de Adam, para o qual moldou, então, Heve, e a Humanidade assim nasceu da bondosa e dedicada esposa de Adam... E é por isso mesmo que a Humanidade veio a corromper-se totalmente; interpretando Lilith como O Princípio Libertador Do Ser, podemos concluir que sua expulsão do Ato Gerador Da Humanidade desta retirou a independência requerida para que não se precisasse abaixar a cabeça para qualquer Elohim ou qualquer Deus abaixo Dele.

Lilith é, como Princípio, A Liberdade Requerida Pelo Ser Que Quer Despertar Para A Criação. Afora a lenda judaica, a melhor, em minha opinião, para definir-Lhe as origens, correntemente se tem associado Lilith apenas às mais aberrantes práticas sexuais. Não é correto assim pensar, pois há Faces de Lilith que não são conhecidas, A Grande Fêmea Da Criação,(...)O Ciclo Existencial, A Formação Das Coisas, As Raízes Libertantes, um Todo De Livres Caminhos, apresentado é ao olhar que Sabe Interpretar, Verdadeiramente Interpretar, tudo o que se esconde nas entrelinhas ocultas de cada coisa materialmente manifestada.

Árvore Construída...

Árvore Destruída...

A Não-Gravidez...

A Gravidez...

Ruínas...

O Fluxo Do Sangue Nas Veias Universais, notem no corpo Dela...

Sangue, O Líquido Vital...

Sangue, O Líquido Imortal...

Sangue, O Líquido Universal!

Como não Ver em Lilith uma das Faces da Mulher Universal, uma das Faces Da Mãe Da Criação?

(...)

http://avlilith.blogspot.com/?zx=201296d3480e7e57

sábado, 26 de dezembro de 2009

ISIS REVELADA-parte 1

.


Eu sou aquela que separou o céu da terra.
Instruí a Humanidade nos mistérios.
Indiquei seu caminho para as estrelas.
Ordenei o curso do Sol e da Lua.
Sou a Rainha dos rios e ventos e mar.
Reuní Homens e Mulheres.
Dei à Humanidade as suas Leis e ordenei o que ninguém pode alterar.
Tornei a Justiça mais poderosa do que prata e ouro.
Fiz com que a Verdade fosse considerada bela.
Eu sou aquela que é considerada a Deusa das Mulheres.
Eu,ISIS ,sou tudo o que foi,o que é e o que será;nenhum homem mortal nunca conseguiu me revelar.
O fruto que gerei é o Sol.


INSCRIÇÃO DO TEMPLO DE ISIS,EM SAIS

Para os egipcios,o centro da galáxia era simbolizado pela grande deusa Isis em seu papel de mãe da criação.Ela era a matéria primeira e o útero secreto de tudo o que é.Representava a fonte do grande jorro de raios,poeira e outros raros elementos cósmicos que compõem o material que nossos cientistas detectaram sendo lançado do centro da galáxia.

A mesma atração gravitacional desse centro produz uma formação galáctica em forma de vórtice voltado para nós,na Terra,como um pião.Esse vórtice de estrelas está continuamente emergindo do centro e girando ao redor dele.Os vastos braços curvos da Via Láctea são formados de poeira e partículas que emergem do centro da galáxia,um centro tão imenso, que o seu tamanho é um milhão de vezes maior do que o nosso Sol.

Um dos maiores segredos do Antigo Egito é que o centro da galáxia é o Sol secreto que existe por tráz do Sol.Em linguagem alquímica,o centro da galáxia era também chamado de Sol Negro,Sol Oculto ou Sol Invisível.Era o Sol secreto do Feminino Eterno,a soror mystica.

Para os egípcios,Isis era a criadora de todas as coisas.Eles acreditavam de todo o coração em sua declaração inscrita no Templo de Sais mais de 3 mil anos atráz, que também dizia:

Eu,ISIS,sou tudo o que foi,o que é e o que será;nenhum homem mortal nunca conseguiu me revelar.O fruto que gerei é o Sol.

Vista às lentes do pensamento simbólico,uma afirmação como essa e a imagem da própria Isis podem conter níveis infinitos de informação,oculta aos nossos olhos incultos.

Vale a pena observar aqui que a palavra Sol,como escrita no templo de Isis,em Sais,é pronunciada s - u - n ,referindo-se à grande estrela amarela que nutre e aquece o nosso planeta.O mito egipcio nos fala que Horus,o filho divino visto sugando seu peito,é o filho de Isis e de seu amado consorte Osiris.Mas,de acordo com os antigos egipcios,Horus também simboliza o Sol que brilha em nosso céu.Pelo simples uso de símbolo e metáfora,os egipcios estão dizendo que Isis,o centro de nossa galáxia,deu à luz nosso radiante Sol amarelo.

Horus, o filho de Isis e Osiris,é tanto o "filho" e o Sol".Horus é o representante de seu pai,Osiris.A energia de Horus dentro de nós,despertada e revigorada por Isis,torna-se a ascenção da vontade de completar a grande obra e alcançar a iluminação total nessa vida.

Séculos depois,o mito de Isis,Osiris e Horus foi relançado pelos cristãos como a Virgem Maria dando à luz o filho que libertaria a humanidade.Por meio da história mística da Virgem Maria e de seu filho Jesus,o mito de Isis e de Horus,da Grande Mãe dando à luz o Filho da Luz,renasceu em nossa era moderna.É um aspecto estranho e fascinante de cristianismo o relançamento de figuras míticas do Egito em novas expressões simbólicas de antigos deuses e deusas.

Conforme os ensinamentos do Antigo Egito se espalharam pela Europa, os mitos e símbolos da grande deusa Isis foram com eles sob a forma da Madona Negra.Em sua obra magna,"O Mistério das Catedrais",o enigmático alquimista francês Fulcanelli afirmou:

"Antigamente,as câmaras subterrâneas dos templos serviam de residência para as estátuas de Isis,que,naquele tempo de introdução do cristianismo na Gália,se tornaram aquelas virgens negras que as pessoas de nossos dias circundam com uma veneração muito especial.



(continua...)

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

ENTÃO É NATAL...E O QUE VOCÊ FEZ?

.



O que você fez?
O que você fez para evitar algo ruim que envolve o coletivo, e o que você fez com você, com seus relacionamentos, com sua vida e com as vibrações que você envia para o coletivo todos os dias?
Como você vem vivendo? Perdoou as pessoas? Fez as pazes consigo mesmo? Está com sua consciência em dia? Está com suas obrigações, orações e amor em dia?
Você amou o suficiente para se liberar daquilo que não deu certo?

Sim, sua atitude e pensamentos são importantes. Porque ainda que o fim possa ser uma história de morte que envolve o coletivo, como acontece quando cai um avião com 200 passageiros, a hora da morte, e o que se passa naquele momento fatídico, é uma experiência individual. Temos o inconsciente coletivo o tempo todo dando mostra de que as coisas precisam mudar, mas você está mudando a sua forma de ser, agir e pensar? Ou continua sofrendo pelas mesmas perturbações dos anos anteriores? As mesmas mazelas mentais de sempre?

Pode ser que você tenha pouco a contribuir para evitar uma catástrofe mundial, mas se cada pessoa melhorar sua vida íntima, depois a família e, conseqüentemente, a sociedade o mundo será mais perfeito.
Pessoalmente, não acredito em fim do mundo. Acho que este mundo é um lugar abençoado, com muito aprendizado, com infinitas oportunidades de aprimoramento e chances de vivermos melhor, mas precisamos crescer e assumir nossa parcela em tudo o que acontece ao nosso redor.
Precisamos reciclar o lixo e as emoções, nos alimentar de forma consciente lembrando do próximo e, naturalmente, também nos doando para o coletivo, mas conscientes que podemos escolher o que vamos consumir, tanto no mundo objetivo como comidas saudáveis como no mundo subjetivo, escolhendo pensamentos bons, amáveis, construtivos.

Somos parte do todo e tudo o que fazemos tem um grande impacto no coletivo. Se deixarmos as ações apenas para grupos militantes, políticos, ou pessoas que "têm tempo para isso", com certeza, sofreremos pelo nosso próprio descaso.

Quando acontecer o fim do seu mundo, esteja pronto para enfrentar esse momento. A morte chegará a todos nós. Assim, proponha-se a colocar sua vida em dia. Organize-se internamente perdoando às pessoas, abrindo mão de coisas velhas, fazendo aquilo que considera importante.
Não adie a sua felicidade, veja que coisas simples podem mudar sua forma de viver e tenha a certeza que esse será o maior presente que você pode dar a si mesmo. Ficar com a vida em dia, em paz com a sua consciência, é uma verdadeira bênção.

F E L I Z N A T A L ! ! !



http://somostodosum.ig.com.br/clube/c.asp?id=20499

Imagens:Josephine Wall

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

SEXUALIDADE SEM CULPA

.


Quando tratamos da sexualidade, todo cuidado é pouco, pois a delicadeza do tema exige isso...

Porque rótulos é o que não falta: Gay, lésbica, travesti, transexual, bissexual, homossexual, simpatizante, heterossexual, etc... Mas, antes de serem algo que as rotulem como tal, são seres humanos com um desafio de vida, que é entenderem a si próprias através de sua opção sexual.

Parto do princípio de que sexo não é pecado, e nem com pessoas do mesmo sexo, ainda que a droga de meu DNA carimbado com a persuasão milenar da igreja grite no meu ouvido "É sim!". "É sujo!". "É errado!".
... a partir do momento em que não nos sentimos completos em relação às nossas escolhas, sejam elas quais forem, então, é porque há um desafio a ser superado, a ser integrado e compreendido no nível da alma.
...Mas a verdade é que o desafio no nível sexual não é pior ou melhor do que nenhum outro; é encarado com preconceito por muitos porque mexe com o que há de mais profundo, mais inconsciente em nós, movimenta nossas próprias inadequações que surgem a partir da mais tenra infância. E, claro, isso se reflete na forma como damos e recebemos afeto, não só em relação aos outros, mas em relação a nós mesmos.

Quem não quer se sentir completo com o par que mais lhe faça se sentir bem, independentemente se é uma pessoa do sexo oposto ou do mesmo sexo? Quem não quer se amar e se aceitar porque teve coragem de ser responsável pelas próprias preferências? O que seria melhor para a alma? Se realizar como ser humano em todos os aspectos ou seguir regras impostas externamente por religiões ou quem quer que seja e viver frustrado e se auto-sabotando pelo resto da vida?

Sob o ponto de vista de Deus, vamos lá, que é Misericórdia pura e Amor puro, será que Ele quer que soframos, nos torturando por algo que faz parte da natureza e da vicissitude humana? Sim, porque a culpa nada mais é do que uma forma de autopunição; e aprendemos que Deus faz isso quando fazemos a "coisa errada". Mas para quem ainda acredita nisso, eu digo, Deus não pune ninguém (Como haveria de ser se Deus é Amor???). Nós nos punimos. E isso nada tem de saudável.

Se observarmos que atualmente milhões de pessoas no mundo estão podendo sair de um estado de mentira e negação de si mesmas em sua sexualidade (com medo de serem hostilizadas e renegadas e rejeitadas) para um estado em que a liberdade do "ser quem se é" pode ser reconhecida como algo saudável, sustentável e louvável, isso pode nos dar a exata noção de que isto é um avanço e não um retrocesso. Pensemos que efeito poderoso isso tem no inconsciente coletivo de, no mínimo, uma melhora no relacionamento entre os seres humanos. Isso nos faz repensar nossos "pré-conceitos" e atitudes em relação àqueles que optaram (por razões extremamente complexas em sua história de vida, imagino) por algo diferente do que o convencionado pela sociedade. E neste barco pegam carona também as questões raciais e de crença (Essa última que vem avançando desde o fim da Inquisição, minha bruxa interior quer acreditar...).

A expressão da sexualidade é o que temos de mais poderoso dentro de nós; não há diferença entre energia sexual e energia criativa, por exemplo, já que tudo é energia. Sentir-se à vontade dentro do próprio corpo, o Templo da Alma, é o início e o fim de uma auto-expressão mais íntegra, honesta e verdadeira de si mesmo.
A mente pode viajar entre o passado, o presente e o futuro; o corpo é o que nos coloca no aqui e agora, no momento presente, com a consciência focada. Uma expressão sexual sem culpa (ainda que para muitos isso possa ser imoral ou mesmo amoral) é preferível do que o confinamento do ser que pode levar à depressão e a todos os sentimentos de inadequação e suas conseqüências psicológicas mórbidas, incluindo a perversão.

Sem querer colocar toda a culpa na Igreja(...), a verdade é que ela nos impôs a crença na desvalorização do que é um dos atributos mais importantes do ser humano: Seu corpo físico. Sem ele, como estaríamos encarnados? Cuidemos bem dele e sejamos generosos com suas necessidades. Lembrando de que na medida em que a Consciência avança, suas demandas são sublimadas e sutilizadas automaticamente. Um passo de cada vez - mas sem culpa.

http://somostodosum.ig.com.br/clube/c.asp?id=20421

domingo, 20 de dezembro de 2009

O INICIADO

.


Um iniciado nada julga; compreende a tudo, silenciosamente.
Porque o seu coração foi curtido na senda.
Ele não odeia; simplesmente porque vê além das emoções.
Diante da ingratidão, ele ora. E seu coração voa para o Céu...
Conhecedor dos mecanismos da reencarnação, ele abomina o racismo.
Consciente das leis de causa e efeito, ele jamais faz o mal para alguém.
O sucesso de alguém não o incomoda; pelo contrário, ele se alegra com os outros.
Ele medita e vê estrelas, pois descobriu o infinito em seu próprio coração.

Ele fia-se na Luz, pois, sem Ela, estaria cego na jornada.
Por isso, ele agradece ao Alto; e é fiel aos valores que esposa.
Ele é flexível, mas seus passos são firmes; e nada e nem ninguém roubará sua luz.
Mesmo conhecendo os arcanos espirituais, ele respeita a todos os que ainda não os conhecem. Ah, ele jamais pisaria nos mais fracos e nem zombaria de suas aspirações.
Diante do ceticismo do mundo, ele caminha seguro em sua fé e em seu discernimento.
E, quando ele ora e irradia energias para a humanidade, seres de luz o abraçam em silêncio. Eles o têm como um filho querido e conhecem seu coração e suas aspirações espirituais.
Ah, o iniciado carrega a luz da vida universal em seus olhos...
Ele sabe que é uma estrela vestindo um corpo; e, por isso, mesmo na carne, ele brilha!
Diante dos assédios trevosos, ele opera com humildade e respeito, e ora ao Alto.
Docemente, com grande habilidade, ele transforma o denso em sutil, e agradece a Luz. Ah, o iniciado sabe que não há dinheiro no mundo que pague sua paz de espírito.
Ele sabe que a senda é em seu próprio coração; e, desrespeitá-la, seria desonrar a si mesmo. Por isso, ele persevera e continua sua jornada, mesmo sob pesadas provas e dificuldades.
Ele sabe que tudo passa... Menos a Luz que o guia. Ele sabe que Ela é perene.
Mesmo na noite mais escura, ele jamais se esquece da Luz.
Pois, sem Ela, ele não é nada, e se perderia facilmente.
Então, ele anda no mundo das coisas ilusórias, mas sem ser enganado por elas.
Ele sabe que a luz universal também está nos grãos de areia, pois o Todo está em tudo! E ele sente isso em seu próprio coração. Por isso, caminha confiante e contente.
O iniciado tem defeitos, mas estuda e trabalha diligentemente para corrigi-los.
Ele não teme o seu lado sombrio; pelo contrário, quer integrá-lo na Luz.
Ah, nada nem ninguém, desse ou de outros planos, poderá drenar sua espiritualidade. Porque, aquilo que o Céu acendeu em seu coração, ninguém poderá apagar.
Nem homens, nem espíritos; nem o ceticismo do mundo. Nem nenhuma ingratidão.
Ele sabe que espiritualidade não é doutrina, mas estado de consciência.
E, por onde ele for, com quem for, a Luz sempre estará com ele.
Porque Ela e ele, em seu coração, são um só! E ele sabe disso. E agradece.
Ele se considera uma pessoa comum, mas é um iniciado espiritual.
Não porque tenha algum grau, título ou diploma iniciático; mas porque a Luz está nele. E os ideais de Liberdade, Igualdade e Fraternidade norteiam seus passos na senda.
Sim, ele é um iniciado nas lides do espírito. E o seu coração é grande como a vida.
Tão grande que cabe a humanidade inteira dentro dele...



"A senda é dentro de você mesmo. Entre no átrio do templo secreto, em seu coração espiritual, e saúde a Luz. Honre-a. E, mais do que nunca, em tempos de tantas provas e expiações no mundo, pense no Amor do Todo abraçando a humanidade.
Ore por seus irmãos, de todos os lugares e crenças. Aja com serenidade; seja equânime e fraterno.
Só os fortes de espírito é que conseguem trilhar a senda carregando a tocha do discernimento, do amor e da fé. E não há honra maior do que essa no mundo.
O Todo é o Grande Hierofante. E todos nós, encarnados e desencarnados, somos seus eternos aprendizes."


"Só há um caminho para o iniciado: A paz!
Só há uma maneira de ir para frente: absolver todas as noções de mágoa nos tribunais interiores da própria consciência.
Só há uma verdade fundamental: É preciso crescer!
Só há um sábio: O Todo."

"Há apenas um caminho: a subida.
Há apenas uma atitude: a certeza.
Há apenas um sentimento: o amor.
Todo o resto são apenas níveis de manifestação".


http://somostodosum.ig.com.br/conteudo/c.asp?id=09367

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

A VANTAGEM FEMININA

.



...O Homem tem uma única energia.Ele é somente dar.Isto pode nos parecer muito poderoso.Mas lembre-se,a energia masculina é abstrata,sem forma e sem foco,assim como a eletricidade fluindo pela parede sem uma lâmpada ou um dispositivo que lhe dê estrutura.

E as Mulheres?Nós queremos ter tudo.Nós representamos o aspecto chamado de receptor - desejo.A mulher diz:"Eu quero e eu sei o que eu quero.Este é o meu desejo.Dê-me isto."Uma mulher pode receber bem mais porque ela tem a capacidade de definir aquilo que quer.Neste desejo ela não está simplesmente dizendo "quero isto"...As mulheres têm uma força dentro delas que diz:"Sabe o que?Não posso ficar sentada sem me mexer e simplesmente RECEBER.Sinto que preciso fazer alguma coisa.Quero compartilhar.Quero fazer por merecer aquilo,que tenho."

...A mulher não tem somente um aspecto,receber,ela tem também o compartilhar - dois aspectos divergentes na mesma pessoa.Se quisermos entender por que não nos sentimos iguais aos homens,aí está o motivo.Somos imbuídas com energia dupla e temos que lidar com o dobro.

Faz parte da nossa natureza arcar com numerosos papéis...Sim,nós nos encarregamos de tudo,porque está em nosssa natureza feminina dar,assim como receber.Um homem pode dizer:"Eu trabalho todo dia.É o que sei fazer."Mas uma mulher precisa se adaptar a um estilo de vida multifacetado.Temos que fazer malabarismos para criar algum equilíbrio entre o compartilhar e o receber.

Interessantemente,no entanto,é que a discriminação contra as mulheres que pode ser encontrada no mundo espiritual não veio de um desejo de negar os direitos iguais das mulheres.O motivo foi exatamente o oposto.As mulheres não precisavam rezar tanto quanto os homens porque em nós já vem embutida toda a energia de receber e dar a partir do Mundo Infinito,desde um tempo anterior à criação de homens e mulheres.As mulheres são inatamente seres mais espiritualizados."A mulher nasce com um enorme poder espiritual,enquanto o homem precisa fazer por merecer o seu poder."

...É amplamente reconhecido que as mulheres são,por natureza,mais resistentes fisicamente que os homens...No útero,o feto do sexo feminino é mais forte que o masculino.Na realidade,todos os embriões começam no início da gestação como fêmeas,mas em algum ponto no começo da gravidez os hormônios masculinos entram em operação e transformam o feto que está se desenvolvendo em macho...Há mais abortos espontâneos de fetos homens do que mulheres,e os meninos têm menos probabilidade do que as meninas de sobreviver à primeira infância.Muitas doenças,como a hemofilia,passam através da mãe para a criança do sexo masculino,mas não para a do sexo feminino.

O que é verdadeiro fisicamente também é verdadeiro espiritualmente:as mulheres são mais fortes,elas têm um conhecimento inato.As pesquisas mostram que as mulheres usam regiões mais diversificadas do cérebro e conseguem captar a comunicação não-verbal melhor que os homens.Recebemos a dádiva de sermos mais intuitivas e,alguns diriam,clarividentes.Possuímos a capacidade de ver coisas além dos nossos cinco sentidos,alcançando o que os cabalistas chamam de mundo dos 99%.Uma mãe consegue sentir que um filho está triste,solitário ou sentindo dor a mil milhas de distância.

...Dizemos que a mulher constrói e a mulher destrói.Com isso quero dizer que o que acontece no seu lar está nas mãos dela.A mulher determina a quantidade de energia que um lar terá.Ela é a Luz daquela casa...No momento em que uma mulher não usa sua energia para construir,automaticamente ela está destruindo...

Entretanto,as mulheres nasceram para ser companheiras.Elas compartilham com toda naturalidade.Os chimpanzés têm o parentesco mais próximo com nossa espécie,com uma coincidência de 99% entre os genes deles e os nossos.Os estudiosos de chimpanzés descobriram que as fêmeas dessa espécie tendem a confiar em suas amigas para garantir a sobrevivência dos seus bebês.Somos um sexo protetor,doador,interdependente,especialmente quando se trata de criar nossos filhos...

...O masculino representa a capacidade de compartilhar energia.Mas a cápsula,o receptor que alimenta essa energia e a manifesta,fazendo com que ela cresça e venha à fruição,é o feminino.



"Deus Usa Baton",Karen Berg
Imagem:
*Rassouli
*Andrew Gonzales

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

MITAKUYE OYASIN

.


Aho MITAKUYE OYASIN....
Aho Todos os meus parentes...

Eu honro todos vocês que hoje estão aqui conosco, neste círculo da vida.

Estou grato pela oportunidade de dar meu reconhecimento a vocês nesta oração....

Para o “Criador”, pelo dom supremo da vida, eu agradeço.

Para a “Nação Mineral” que tem construído e mantido meus ossos e todas as estruturas da experiência da vida, eu agradeço.

Para a “Nação Planta” que sustenta meus órgãos, mantém meu corpo sadio e me dá ervas para curar a doença, eu agradeço.

Para a “Nação Animal” que me alimenta de sua própria carne e oferece sua companhia leal nesta caminhada da vida, eu agradeço.

Para a “Nação Humana” que compartilha meu caminho como uma alma em cima da roda sagrada da vida terrena, eu agradeço.

Para a “Nação Espírito” que, invisível, me guia através dos altos e baixos da vida e carrega a tocha de luz através dos tempos, eu agradeço.

Aos “Quatro Ventos” de mudança e crescimento, eu agradeço.

Vocês são todos meus parentes, sem os quais eu não viveria.

Estamos todos no Círculo da Convivência, co-existentes e co-dependentes, co-criando nosso destino. Temos todos, a mesma importância. Uma nação em desenvolvimento está interligada com todas as outras nações, umas com as outras e ainda são dependente de cada uma acima e cada uma abaixo. Todos nós, uma parte do Grande Mistério.

Obrigado por esta vida.

Aho

Aho MITAKUYE OYASIN é uma declaração simples, porém profunda.
Ela vem da Nação Lakota.
Fala-se durante a oração e cerimônia sobre convidar e reconhecer todos os parentes
até o momento.
Para a maioria de nós, parentesco significa uma relação de sangue
ou com outro ser humano na linhagem da família.
Nós não fomos ensinados que uma entidade,
com exceção dos humanos, poderia ser um parente.
Compreender esta afirmação simples e contemplá-la,
poderia mudar sua visão sobre a vida para sempre.
Se você ama e honra seus parentes,
o que seria amar e honrar todo o mais que estão nesta terra.
Se você viver por este significado de "parentesco",
que mundo diferente estaríamos vivendo!
Integre-se com esta declaração e consulte a verdade existente nela.
Tudo está relacionado,
porque tudo emana de uma mesma fonte e tem a mesma finalidade.
A verdade pode ser encontrada na filosofia Nativa, Budismo, Cristianismo,
Judaismo, Islamismo, em todos os sistemas de crença, porque todos eles estão relacionados.
Você estuda o budismo e encontra Cristo.
Você estuda filosofia Nativa e encontra Buda.
Estudando a Mãe Natureza encontrará o Self.
A verdade não deve homenagear os seres humanos.
Os seres humanos devem homenagem à Verdade.

http://www.imagick.org.br/apres/PratickasNoImagick/Xamanismo/MitakuyeOyasin.html

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

O RETORNO DO FEMININO-conclusão

.


Estamos em um dos períodos mais criativos da história da Terra,quando o futuro está aberto a todo tipo de possibilidades.Nossa responsabilidade é desejar amar,aceitar e integrar cada aspecto de nós mesmos em nosso coração,nosso fogo perpétuo,de modo a gerar a energia e a luz necessárias à viajem pelo vazio,com suas possibilidades multidimensionais.O coração da Grande Mãe nos aguarda;nossa intuição nos guiará e nosso amante nos espera interiomente.Tudo o que precisamos fazer é recordar o motivo de estarmos aqui...


Todos os textos escritos sobre o Retorno do Feminino são de Chiristine Page,M.D.-Um Tempo Para Ser Lembrado-O Mistério 2012-ed.Geração Editorial

sábado, 12 de dezembro de 2009

O RETORNO DO FEMININO-A VELHA-parte 5

.


O caráter final da trindade é provavelmente o mais dificel de integrar,e,contudo,é o mais importante nesse tempo de dissolução e renascimento.A Velha,ou Deusa Escura,está presente em todas as culturas e costuma ser retratada como uma bruxa,ou uma mulher velha e feia cercada por animais escuros e encarregada de um grande caldeirão flamejante.Ela aparece como Kali,A Destruidora;Cerridwen,a porca comedora de cadáveres;Sekhmet,a leoa que respira fogo;Isis,a rainha abutre;Morgana,a fada,a Rainha da Morte;e Perséfone,a destruidora.Não é de surpreender que tenha adquirido uma reputação de morte,representando o Inverno,o desastre,a Lua Minguante e o Dia do Juizo Final,lembrando-nos que a regeneração somente ocorre pela dissolução do que é velho.

Agora,no encerramento do ciclo de 26 mil anos,ela é o buraco negro ao centro da galáxia,que está nos puxando cada vez mais para perto,e sua vagina é representada pela fenda escura.Precisamos nos lembrar de que foi nosso eu superior que a chamou para ajudar no processo de transformação,e disso não há retorno.

À medida que o rei aceita que seu destino é morrer para que,finalmente seu filho(a) possa nascer,o amante entra no útero subterrâneo ou caverna da Deusa Escura.Essa mudança na consciência é geralmente descrita como A Noite Escura da Alma,quando,contrariamente a tudo o que está acontecendo no mundo externo,nós,inexplicavelmente,voltamos nosso foco para dentro e buscamos espaço para sermos introspectivos.Compreensivelmente,a familia e os amigos costumam surpreender-se com isso,desacostumados como somos,nas culturas ocidentais,a gastar tempo com essa parte essencial do ciclo criador.

Visto como um episódio de depressão,"pílulas da felicidade" são prescritas para nos tirar da escuridão e nos encorajar a voltar ao trabalho.Contudo,todas as antigas culturas viam o trabalho interior de descida ao mundo inferior como essencial para a sobrevivência,não apenas do indivíduo,mas também da tribo.Todos eram encorajados a visitar a deusa escura mediante práticas como buscas visionárias,peregrinações e,para mulheres,meditações durante o período menstrual.

Na escuridão de sua caverna e com seu caldeirão de fogo,a deusa assiste ao amante desmantelando histórias,que foram criadas ao redor de uma experiência,de modo que a verdadeira razão para a criação possa ser descoberta e a essência de sabedoria ,liberada.Essa parte da jornada não é fácil,porque, em geral,nos tornamos muito ligados aos mundos que criamos e às histórias que contamos a nós mesmos.Vemos os métodos da Velha como rudes e não amorosos,à medida que ela come a carne e as entranhas de nossas histórias como um abutre,e nos ferve no fogo de seu caldeirão.Contudo,seu único propósito é alcançar os lugares escuros de nossa psique,onde a vergonha e o medo nos impedem de amar a nós mesmos totalmente,e,com o auxílio de nosso amante interior,abraçar completamente aquelas partes negadas em nosso coração.À medida que cada aspecto abandonado do eu retorna ao coração,nossa luz interior aumenta e nosso corpo Ka torna-se mais forte.

Apesar de nossa consciência superior,nosso eu inferior usará cada armadilha que conhece para manter os últimos vestígios do mundo agonizante,deixando de apreciar o tremendo amor que a Deusa Escura oferece,em seu desejo de nos ajudar a conhecermos a nós mesmos em nossa verdadeira luz.O que vemos como morte,ela vê como renascimento na luz.

Finalmente,porém,o amor da deusa prevalece e o encontramos em nosso coração para amar até mesmo ela,posto que é parte de nós,e sentimos a paz que emerge como a rendição do sábio nas águas quentes da Grande Mãe.Com o tempo,ele escolherá mais uma vez lançar sua linha de pesca em seu vasto oceano de possibilidades e criar algo novo...

(continua...)

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

O RETORNO DO FEMININO-A MÃE-parte 4

.


De todos os arquétipos a imagem da Mãe tem sido a menos corrompida com o passar do tempo,com muitas pessoas apreciando as dádivas de nutrição e abundância que ela nos oferece a cada momento de nossa vida.Ela é o oceano de possibilidades no qual lançamos nossa linha de pesca,a nutrição que alimenta o herói em sua jornada,o trono no qual se senta o rei,a a caverna que o amante pecisa entrar para conhecer a si mesmo e as águas que dão as boas-vindas ao sábio quando ele chega ao lar no final das viagens.

Alguns contos mitológicos falam do pesar dela,quando seu filho se perde ou deixa o lar;contudo,o amor da Grande Mãe é tão profundo,que,em tal pesar,há também celebração,pois sua criança pôs-se a caminho para realizar seu destino.Não é o poder do amor que leva a mãe-pássaro a empurrar sua prole para fora do ninho e a confiar na qualidade inerente do vôo?

A abundância da Mãe está sempre disponível para nós,quando nos aproximamos dela com amor,honra e respeito - qualidades que alimentam o fogo dela.Quando deixamos de apreciar suas necessidades,as portas de suas dádivas se fecham e passamos a sentir a dor de sua partida.É vitalmente importante em nosso planeta nesse tempo que aprendemos a respeitar e a honrar a Mãe,quer a vejamos no alimento que ingerimos,na energia que usamos,nos móveis sobre os quais nos sentamos ou nos corpos físicos que nos levam pela vida.É preciso que todo mundo saiba que ela está lentamente retirando sua assistência à medida que este velho mundo morre e antes que o novo nasça.Porém,a abundância do novo mundo está baseada em nossa capacidade de apreciar a Grande Mãe "agora"...

* Vendo os sítios sagrados ou lugares de sacralidade como o lar dela

* Vendo árvores e plantas como seus pulmões,sem os quais não conseguiríamos respirar

* Vendo rios e oceanos como seu sangue,que precisa ser mantido limpo e não poluído se quisermos que ela continue a nos alimentar

* Vendo as pedras e montanhas como seus ossos,que nos oferecem segurança e estabilidade

* Vendo como nossa família todas as outras criaturas deste planeta,cada uma das quais reflete uma parte de nossa natureza humana

* Vendo cada ser humano como outra parte de nós mesmos e encontrá-lo sempre com amor,honra e respeito...

(continua...)

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

O RETORNO DO FEMININO-A VIRGEM-parte 3

.


A definição precisa dessa energia arquetípica é "ser completa em si mesma".Tal estado de completude torna possível compreender por que,na mitologia,a Virgem é frequentemente citada como solteira pois "ela não tem necessidade do outro para torná-la inteira".Suas roupas brancas enfatizam sua capacidade de irradiar autenticidade;nada permanece na sombra e todos os aspectos do eu são abraçados em nome do amor.Em essência,qualquer pessoa que exemplifique a Virgem é uma ameaça para aqueles que controlam os outros pela manipulação,humilhação,culpa e medo,pois ela não pode ser coagida pela chantagem emocional.É por essa razão que,nos últimos 2 mil anos,sua imagem tem sido frequentemente corrompida,sendo retratada como imatura e não maculada pelas alegrias da vida.

Contudo,o impacto da Virgem sobre nossa existência não pode nunca ser apagado.Ela é nosso eu superior que transporta o projeto espiritual que escolhemos manifestar durante essa vida.Seu maior desejo é que cheguemos a amar e aceitar todos os aspectos de nós mesmos,de modo que possamos também irradiar a pura luz da autenticidade.Com isso em mente,ela nos fala por meio da pequena voz da intuição,ajudando-nos a navegar nosso caminho em meio aos turbilhões da ilusão e ao redor das pedras da estagnação.Ela fornece orientações simples para nos ajudar a manter o foco na realização do destino de nossa alma.

A Virgem nunca nos abandona,permanecendo conosco durante os momentos mais escuros,quando dúvidas ou temores quase nos derrotam,ou quando surgem encruzilhadas em nossa vida.Ela conhece intimamente nosso projeto e gentilmente nos empurra em direção ao destino de nossa alma.Isso é mais profundo do que podemos imaginar,pois a Virgem tem um papel muito profundo,identificado,nos contos mitológicos de Roma,com as vestais e as sacerdotisas da Virgem Brígida,na Irlanda.Essas jovens mulheres eram especialmente treinadas para serem as guardiãs do fogo familiar e,em particular, para guardar o "fogo perpétuo",o qual nunca era permitido extinguir.

Os romanos e outros povos antigos adoravam o coração,seja de um indivíduo,seja de uma civilização,sabendo que sem ele o crescimento e a criatividade rapidamente estagnariam,levando à morte do organismo.Eles sabiam que o coração era mais do que uma simples bomba,e viam-no como um transformador de energia que transportava um indivíduo ou uma cultura através dos vários domínios da multidimensionalidade,até que se pudesse escolher viver fora dos limites de tempo e espaço e conhecer a imortalidade.A maioria de nós experimentou tal liberdade em momentos de alegria,de felicidade profunda e no estado de graça do começo do amor.O tempo parece parar,nossas sensações tornam-se intensas,as cores ficam mais brilhantes e nos sentimos como se a abundância do mundo nos estivesse sendo oferecida em uma bandeja.

É esse mesmo estado de consciência que estamos encarando atualmente,conforme nos alinhamos com o coração da Grande Mãe no centro da galáxia.Tudo o que é necessário é fornecer à ela amor suficiente para alimentar o fogo,que agirá como o ímpeto para a nossa viajem ao vazio atemporal,com seu oceano de possibilidades.E é aí que entra a Virgem.O maior interessa dela é que vivamos em completude - onde há fusão entre vida nossa interior e exterior e entre nosso mundo do espírito e da matéria.Ela sabe que,conforme manifestamos na realidade cada aspecto de nosso projeto espiritual e,depois,atraímos sua essência para nosso coração em nome do amor,nosso fogo torna mais brilhante nosso corpo de luz,e podemos nos mover com facilidade entre as dimensões.As cargas que impedem tal movimento incluem a bagagem que trazemos do passado,histórias não terminadas,ilusões do futuro e ligação com a crença de que controlamos nossa vida.É por meio da orientação da Virgem que,finalmente,liberamos nossa realidade redundante e adentramos o desconhecido para,uma vez mais,sermos aquecidos por nosso fogo perpétuo...

(continua...)

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

O RETORNO DO FEMININO-parte 2

.


Nos últimos 2 mil anos,muita atenção foi dada à face masculina da divindade,embora seja verdade que o processo de transformação só pode ocorrer com a total cooperação do feminino divino dentro de nós.

Somente o feminino divino pode fornecer o vaso alquímico que abarca o mistério de morte e renascimento,qualidades que o aspecto masculino frequentemente teme e tenta evitar a todo custo.Mesmo nos países aparentemente liberados,a face total do feminino geralmente ainda está oculta.Nas tradições mais antigas,a Grande Deusa foi reverenciada,e mesmo os deuses curvavam a cabeça na presença dela.

Há muitas histórias mitológicas que exemplificam sua importância,embora o conto a seguir seja proveniente de tempos relativamente modernos.Durante a criação da Constituição Iroquois,que se tornou a base da Constituição dos Estados Unidos,foi decidido que os chefes seriam escolhidos pelas mulheres da tribo.Esse raciocínio emergiu da profunda compreenção de que apenas as mulheres conheciam o coração dos homens,apenas as mulheres estavam conectadas à abundância da Terra,apenas as mulheres conheciam o sentimento de enterrar seus amados e apenas as mulheres poderiam decidir se qualquer batalha ou guerra valeria o custo de uma vida.Imagine a reforma global que ocorreria,tanto na política quanto na religião,se "apenas" as mulheres votassem.

A face feminina do divino geralmente é descrita pelas culturas antigas como a Deusa Tripla,compreendendo a Virgem,a Mãe e a Velha.Cada uma é vista como tendo um papel particular no processo criativo.

(continua...)

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

O RETORNO DO FEMININO-parte 1

.


Pela primeira vez em 26 mil anos,nosso Sol e,por implicação,a Terra,estarão alinhados com a fenda escura de nossa galáxia,a Via Láctea.Esse caminho de poeira interestelar era conhecido como a "estrada negra" pelos Maias e nos leva diretamente para o centro galáctico.

De acordo com os povos antigos,que observaram os céus noite após noite,a Via Láctea representa a Grande Mãe e a Grande Serpente,ambas sinônimos de morte e renascimento,ingredientes essenciais de transformação.A fenda escura é vista como um símbolo tanto da vagina aberta da Mãe quanto da boca aberta da Serpente.Qualquer que seja o símbolo,a mensagem é a mesma:esse é o portal através do qual nascemos e é para lá que retornaremos ao morrer.

Raramente houve um tempo mais importante para se compreender essa verdade à medida que completamos a última fase daquilo que os maias conheciam como o mundo do quarto Sol e esperamos pelo nascimento de todo um novo mundo em 21 de dezembro de 2012.Metaforicamente,estamos agora inextricavelmente sendo arrastados cada vez mais ao longo da estrada obscura sob o controle do buraco negro localizado no centro galáctico.Estamos nos estertores da morte da velha era,e o holograma que chamamos de realidade está se dissolvendo,levando muitos a experimentar a "ansiedade do desconhecido" frequentemente traduzido como "caos".Ao mesmo tempo,todas as nossas criações dos últimos 26 mil anos estão retornando a nós para que possamos juntar as pepitas douradas de sabedoria e liberar a carga das histórias circundantes.Por esse processo,nossa luz interior se torna mais forte,facilitando nossa passagem pela fenda escura até que tenhamos entrado no centro galáctico e no mistério nele contido.

Para os povos indígenas,esse centro representa o coração da Grande Mãe.Era para lá que os sacerdotes-reis e os xamãs viajavam para receber os "insights" e a sabedoria que poderia ser traduzida em realidade para o bem estar da Terra e de seu povo.Ele é visto como o portal para a realidade multidimensional,mundos paralelos,o vazio,o lugar do nada e o oceano de possibilidades,acessível no passado apenas para a elite ou aqueles em estados de profunda meditação.Agora,nesse tempo extraordinário,suas riquezas estão disponíveis para todos nós,se conseguirmos sair de nossos padrões de crença limitadores e reacendermos a inocência e alegria que permite nos harmonizarmos com o pulso da Grande Mãe.

(continua...)

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

A ÚNICA SOLUÇÃO

.


É muito fácil ver os problemas do mundo.Porém,mudar para a nova cosmologia exige que focalizemos os nossos desejos,nossas visões,nossas esperanças para o futuro,em oposição à crítica,à análise e a explicação do que está errado ou a culpar aqueles que estão "se comportando pessimamente".A energia segue o pensamento.Estamos sonhando esse novo mundo para trazê-lo à realidade,portanto precisamos ter sonhos pacíficos,amorosos e visionários.

Enquanto estivermos com um pé no velho mundo e outro no novo,estaremos tentando usar a abordagem do julgamento da antiga visão de mundo para criticar os sistemas atuais...
...Quando julgamos sistemas,pessoas ou nós mesmos como maus ou errados,participamos da velha dualidade do mundo.Do alto de nossa autorretidão não podemos nos tornar um agente eficaz de mudança social.Somente o amor incondicional pode nos libertar...

...A única solução é amor:não o amor obediente,condicional,que diz "amarei você apenas se você..." ou "amarei você quando...",mas o amor incondicional,que diz "eu vejo você",eu escuto você,eu amo você".Amor incondicional.Amor que diz "sim" a tudo;amor que é inclusivo e abraça mais do que exclui ou rejeita.O amor incondicional cura as velhas feridas e divisões.Até que estandamos a mão com amor,compaixão e compreensão para aqueles que poderiam parecer presos à velha maneira de pensar ou agindo de maneiras destrutivas,estaremos jogando os mesmos velhos jogos dos bons e maus.Estaremos presos ao medo e julgamento.Estaremos vivendo no velho mundo da dualidade.

Gil Edwards
Imagem:Rassouli

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

AMOR INCONDICIONAL

.


Sempre que dividimos o mundo em bom e mau,o conflito e a neurose são inevitáveis.Nossa energia se torna dividida.Sempre que nos orgulhamos de dizer "não" a um pedaço de bolo na hora do almoço ou agradamos nosso parceiro à custa de nossa própria felicidade estamos nos curvando à antiga cosmologia.Tentar ser bom provém de uma maneira dualista de pensar.Baseia-se em julgamento,ou amor condicional.Alimenta a autorretidão,que significa que alguém está "no que é certo" e alguém mais está no que "é errado" - alguma parte do eu está certa,e outra parte é má e está errada(nossos sentimentos,pensamentos ou desejos).Esse conflito interno será espelhado no conflito com outras pessoas.Nossa divisão interna nos leva a projetar nossa sombra sobre os outros.Essa é a raiz das guerras,do terrorismo,do genocídio,do racismo,do sexismo,das rixas familiares,das facções religiosas,do bode expiatório e da maioria das dificuldades de relacionamento...

...Gandhi disse que precisamos"SER" a mudança que queremos ver no mundo.Pelo fato de toda energia estar interligada,estamos todos em um nível energético.Aquilo que "SOMOS" tem muito mais impacto do que o que dizemos ou fazemos.Se nos amamos e estamos em paz,isso ajuda a espalhar amor e paz no mundo.Nossa energia irradia-se para muito além de nossa vida pessoal,como ondas espalhando-se em um grande lago.Quando somos negativos ou críticos,mesmo na privacidade de nossa mente,essa energia afeta o mundo.Quando somos amorosos,alegres,pacíficos,criativos e visionários,isso também afeta o mundo ao nosso redor...

...Temos de aceitar o que está à nossa frente para abrirmos a porta para a mudança,seja uma emoção negativa,uma situação difícel ou dolorosa,o comportamento de outra pessoa ou o que está acontecendo no mundo.Para dizer "SIM" a isso,precisamos amolecer nossa resistência.Nosso amor precisa ser incondicional.Tolerância não é amor.Aprovação não é amor.Dependência não é amor.O amor cura e transforma tudo,mas tem de ser incondicional,ou não é amor.


Fonte:Gill Edwards
Imagem:Rassouli

sábado, 28 de novembro de 2009

UMA NOVA COSMOLOGIA

.


Para mim,este tempo de grande despertar,está todo relacionado com o amor.Está relacionado com a expansão de nossa consciência para além dos mitos da criação e com a percepção de que o cosmo está baseado no amor incondicional,do qual somos inseparáveis.Amor é o que somos.E mais:não somos vítimas do destino,do acaso ou do karma,mas somos cocriadores divinos de tudo o que nos acontece.Somos fragmentos ou centelhas criativas da Fonte,de Deus e do Amor.Esse universo amoroso está preparado para nos ajudar a tornar realidade os nossos sonhos,e somos deuses aprendizes,que podem dar ou não permissão aos nossos sonhos.

No momento,muitos de nós estamos com os pés em mundos diferentes:o mundo do senso comum de medo,luta,culpa e vitimação,que são espelhados pelas notícias publicadas pela mídia,e o mundo emergente de amor,alegria,cura e consciência espiritual,que está borbulhando por tráz das cenas,dentro de um grupo de "criadores culturais" sempre em expansão,que estão sustentando uma nova consciência.Uma vez que você esteja com os dois pés dentro dessa nova realidade,a vida diária assume uma qualidade numinosa e nos sentimos mais e mais vivos.Percebemos que o mundo exterior é um espelho do mundo interior.Não há separação real entre interior e exterior...

...Nos milênios passados,a humanidade foi adestrada pelo medo e pelo julgamento.A religião vem sendo usada como um agente de conformidade e controle social.Crenças estranhas e totalmente loucas sobre um Deus irado e julgador entranharam-se na psiquê humana e nos convenceram de que ser espiritual,ou digno de amor,significa "ser bonzinho",isto é,fazer o que os outros querem que façamos:conformarmo-nos às regras externas e às expectativas sociais,colocarmos as necessidades dos outros,antes das nossas,sacrificarmo-nos,negarmos a nós mesmos e tentarmos provar a nós mesmos de que somos especiais,que temos valor...

...O grande despertar é sobre a mudança para uma cosmologia madura,na qual não somos vermes miseráveis em busca de redenção nem fomos cruelmente abandonados por um Deus distante.Em vez disso,somos seres divinos e criadores sob forma humana.Somos centelhas de Deus em evolução consciente.Paradoxalmente,esse conceito amadurecido de Deus e do cosmo vem emergindo daquele domínio que uma vez rejeitou Deus como desnecessário e irrelevante:o mundo da ciência.No fio cortante da física e da biologia,uma visão psicoenergética da realidade está se tornando o nosso "senso-comum".Dentro dessa nova cosmologia,o universo é uma teia interconectada de consciência-energia.É a consciência que determina o colapso das funções de onda quântica,o que significa essencialmente que é a nossa mente que controla o que acontece em nossa vida,não um Deus julgador.Nenhum comando vem do céu.Nenhuma vítima do acaso,ou do destino,ou do karma,ou da herança genética.Em vez disso,descobrimos um universo do qual o amor é tão incondicional,que diz "SIM!" a qualquer desejo que tenhamos.Nenhuma pergunta é feita.Nenhuma necessidade de merecer.Nenhuma dúvida sobre termos "permissão" para termos o que desejamos.O universo tem recursos infinitos e pode coordenar as necessidades superiores de todos os envolvidos.Peça e receberá.É simples assim.

Bem,não é "tão" simples assim.Conforme mostra a nova ciência,a energia segue o pensamento.Obtemos aquilo que focalizamos.Se colocarmos nosso foco nos problemas,eles se tornarão piores.Se focalizarmos nossos medos,eles finalmente se manifestarão.Ao focalizar o que deseja,você o puxa para você.Se focalizar suas limitações,não conseguirá ir além delas.O que você espera é aquilo que obtém.E isso você prova a si mesmo sempre.Você pode ter o que quer que você queira,mas é preciso que envie sinais consistentes de seu desejo.Suas crenças,desejos e expectativas precisam ser coerentes.

O que divide nossa energia,produzindo sinais incoerentes ou contraditórios?"MEDO E JULGAMENTO" - não se sentir bom o bastante.Sentir-se sem valor.Sentir-se culpado sobre seus desejos.Ter medo de que,se tiver o que deseja,estará privando outros daquilo que desejam.Ficar dizendo a si mesmo que você deve ser bom e obediente,ou que deveria colocar os outros em primeiro lugar,ou que deveria fazer o melhor que pudesse com o que você tem.Acreditar que os sonhos não podem se tornar realidade ou que você receberá o seu prêmio mais tarde se sofrer e se sacrificar agora.Sentir-se ansioso sobre fazer uma mudança.Temer que a vida esteja se fragmentando.Todo um conjunto de outros pensamentos negativos brota das antigas cosmologias - desde um Deus apontando o dedo lá dos céus,ou uma crença de que o mundo é um lugar sólido e limitado sobre o qual temos pouco controle...

...Se você acredita que ser espiritual significa ser bonzinho,você tem um grande problema.Afinal,você identificou a espiritualidade com o mundo do ego - o mundo do julgamento - e vai se amarrar a enredos neuróticos.Tentar ser bom e virtuoso faz com que nos sintamos solitários e sem poder.Sempre que tentamos ser bons,nos permitimos ser controlados por outras pessoas,regras religiosas,deveres,obrigações ou pressões para sujeição.Sufocamos ou negamos quaisquer sentimentos ou desejos que pareçam inaceitáveis aos outros e nos retorcemos para tentar obter aprovação ou admiração.Separamo-nos de nossa orientação emocional/intuitiva - o Deus dentro de nós - que está constantemente nos orientando para a realização de nossos desejos.A vida se torna um trabalho monótono e sem alegria.Sempre que dançamos conforme a música de alguém,começamos a nos perder e esmagamos nosso potencial único.Se permanecermos verdadeiros a nós mesmos,honrando nossos próprios sentimentos e desejos,começaremos a viver uma vida que verdadeiamente nos pertence,uma que se torna mais e mais cheia de alegria,que é mais amorosa,autêntica,rica,criativa e cheia de significado.

Seguir a nossa felicidade honra o Feminino Divino.À medida que honramos nossa sensualidade,nossa sexualidade,nossa criatividade,nossos desejos e fazemos o que quer que faça cantar o nosso coração e nossos dedos dos pés se enrolarem de deleite,encarnamos nossa alma.Entramos na cosmologia holística emergente,que vê tudo como divino e sagrado.Derretemos as fronteiras entre Céu e Terra.A felicidade torna nossa energia coerente,o que,por sua vez,atrai mais alegria,milagres e sincronicidades.

Fonte:O LOUCO AMOR NOS LIBERTA,Gill Edwards
Imagem:Rassouli

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

O DEUS AZUL

.


O Deus Queer é considerado o primeiro reflexo visto pela Deusa quando Ela se mirava no espelho curvo e negro do Universo, fazendo amor consigo mesma para criar toda a vida. ele é a própria imagem da Deusa refletida na luz do êxtase, momento infinito da criação. Se tornou o Seu primeiro amante e é a expressão do amor puro, a alegria ilimitada e a sexualidade em suas amplas manifestações. Ele representa não a heterossexualidade ou homossexualidade em sí, mas a sexualidade como o abraço apaixonado do Divino, em cada um de nós e no Universo.

Assim, quando nos ligamos a uma outra pessoa no êxtase do amor, seja numa relação homossexual ou heterossexual, abraçamos o divino em nós mesmo, no outro e no universo. Esta é a chave para começar a conexão com o Deus Queer. Sendo assim, pagãos homossexuais ou bissexuais consideram seu patrono, já que ele pode ser considerado masculino e feminino, amado e se relacionando com ambos.

O Deus Azul é a própria manifestação do amor. Seu nome está associado com Diana, um dos nomes sagrados da Deusa, e a raiz da palavra inglesa 'glass', significando espelho. Isto nos dá a idéia de que o Deus Azul é a própria imagem da Deusa, refletida na luz do êxtase, no momento infinito da criação.
O Deus Azul é a primeira manifestação masculina da Deusa e por isso está mais próximo da Deusa na maioria das tradições pagãs, o que nos dá mais indícios ainda de sua essência feminina.


Dian Y Glas é a própria manifestação do self profundo, aquilo que nos conecta com o Divino há tanto renegado e esquecido.
Ele é visualisado como um Deus azul prateado ou como o próprio céu azulado.
O Deus Azul está associado com a primavera, juventude e alegria. Ele é muitas vezes chamado de Espírito Pássaro e o seu principal símbolo é o Pavão com uma estrela prateada no peito."




Fonte:http://respeitogay.blogspot.com/2009/11/homotheosis-deus-gay.html

.
.
............................................MENSAGEM DOS DEVAS



Filhos dos elementos,conscientes de que são compostos e fazem parte dos elementos,alegrem-se.O mundo e seus corpos foram aperfeiçoados através de longas eras,de modo que vocês possam encontrar e exprimir a alegria do Criador em todas as suas manifestações.Hoje,a Humanidade está se destruindo porque se julga separada. Como vocês podem acreditar que são separados,como podem não saber que quando o vento
sopra ele faz parte de vocês;que o Sol lhes dá e é parte de vocês com cada um de seus raios,que vocês vieram da água e que a água os une a todos;que sem o ar que vocês respiram vocês não viveriam. Como podem ser tão ignorantes,a ponto de não saber que,se um sofre,toda a consciência da Terra participa desse sofrimento e que,quando um se alegra,toda a consciência está consciente disso e se rejubila?

Esse conceito está sendo recebido e interpretado em toda parte,mas gostaríamos de acentuar seu lado prático,o fato de que os corpos de todos vocês formam uma coisa só com o ambiente e que vocês não podem maltratar a Terra sem prejudicar a si próprios.

Não,não se trata de uma nova mensagem,mas a Humanidade não parece compreender que a Unidade não se confina aos níveis elevados onde colocou Deus,mas existe bem aqui e agora.Perturbando os padrões sobre a Terra,a inter-relação da vida natural está interferindo com os processos do Uno e arruinando as perspectivas para o futuro da Humanidade.Devemos insistir sempre na necessidade de que o homem reconheça a Unidade. Nunca poderemos acentuar suficientemente essa necessidade.Vocês se espantam com a violência dos elementos?Eles ainda serão mais violentos,a não ser que o Homem receba esta mensagem e aja de acordo com ela.


...Sinta ao mesmo tempo a maravilha da gloriosa paz que está por tráz disso,o que é uma perfeição da Unidade,que será sentida todas as vezes que estiver em sintonia com o infinito.Então todos os elementos estão jorrando com alegria a essência do que eles são,sua Unidade.Esta Unidade é o objetivo da Vida.Amor e Alegria com toda a Vida,que é parte do Criador e é parte de vocês.

Fonte:"A Comunicação Com Os Anjos E Os Devas" ,Dorothy Maclean
Imagem:Giancarlo Donatto

domingo, 22 de novembro de 2009

2012 - MOMENTO DE TRANSIÇÃO - FAÇA SUA PARTE

.


(...)Em uma sessão conjunta do Congresso dos Estados Unidos,em fevereiro de 1991,Vlacav Havel,então presidente da Tchecoslováquia,disse:"Sem uma revolução global na esfera da consciência humana,nada mudará para melhor(...)e a catástrofe na direção em que o mundo está indo - colapso ecológico,social,demográfico ou geral da civilização - será inevitável."O ponto de vista de Havel foi bem apresentado,mas não é razão para pessimismo.O colapso da civilização pode ser evitado.A consiência humana pode evoluir e você pode ajudar nisso.

O antigo,presidente norte-americano Harry Truman observou:"A aposta para aqui",mais precisamente na mesa do Salão Oval.Hoje,a aposta é mais democrática;ela para não apenas na Casa Branca,mas com você,comigo e com todos ao nosso redor.Ela vem na forma de desafio:reexamine seu pensamento,evolua sua consciência.Se assim o fizer,o corajoso,mas ainda insuficientemente poderoso e organizado,movimento para uma civilização mais holística,pacífica e sustentável pode se tornar uma imensa onda que leva embora a mente que gerou nossos problemas e orienta você e aqueles ao seu redor para um mundo em que se possa viver e que possa ser deixado,de consciência limpa,para seus filhos.

(...)Efetivamente,a transição para esse novo mundo exigirá a visualização dele na realidade.Todos temos de desenvolver uma idéia básica,mas coerente,de como o novo mundo poderia ser - princípios,valores,estruturas,comportamentos,etc. - e começar a carregar esse quadro em nossa mente.Precisamos nos reunir regularmente com outras pessoas - com tantos quanto possível - ,para projetar as novas imagens no espaço,a partir do qual tudo vem.Devemos faze-lo como se nossa vida dependesse disso,como provavelmente dependa.

Somos todos abençoados por vivermos nesse tempo de extraordinária transformação.Cada um,à sua própria maneira,tem um papel especial a desempenhar na contribuição para a forma e a função finais desse novo mundo.Talvez seja por isso que estamos aqui agora.Não devemos hesitar em desempenhar nosso papel vigorosamente.O tempo urge.

Fonte:O Mistério 2012

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

PONTO DE ESCOLHA: 2012

.


Temos a informação e a linguagem que podem responder a questão sobre o significado de 21 de dezembro de 2012.De "Os Vedas",livro hindu de 8 mil anos,e o calendário hebreu,de 5 mil anos,às profecias indígenas da Ásia e das Américas,antigas tradições sugerem que algo realmente grande acontecerá durante nosso tempo na história.É importante notar que não há nada em nenhuma profecia que diga incondicionalmente que o mundo terminará nessa data.O que afirmam é que,nessa ocasião,o mundo,como o conhecemos,entrará em uma era de mudança.
A maneira como responderemos à mudança definirá o modo que a experimentaremos na era seguinte de nossa existência.

O que coloca a profecia maia além das predições gerais de outras culturas é que ela tem um prazo final,que ocorrerá dentro do nosso tempo de vida.
O último ciclo do intangível calendário maia corresponde a uma série de eventos tangíveis,alguns dos quais já estão acontecendo hoje.Eis aqui o que sabemos com certeza:

* O fim do grande ciclo maia marca um raro alinhamento do nosso planeta,do nosso sistema solar com o centro da galáxia - algo que só ocorrerá outra vez daqui a 26 mil anos.

* Em 10 de março de 2006,um ciclo de tempestades solares terminou e um novo ciclo começou.E este,está previsto que alcançará seu pico em 2012 e que sua intensidade será 30 a 50% maior que a dos ciclos anteriores.

* Os cientistas concordam em que os campos magnéticos da Terra e a experiência humana sugerem que é mais fácil aceitar mudanças e adaptar-se a novas idéias em campos magnéticos mais fracos.

* A recente validação de princípios quânticos prova que a maneira como percebemos o mundo - nossas crenças sobre nossa experiência - influencia fortemente nossa realidade física.

Com esses fatos em mente,o solstício de 21 de dezembro de 2012 parece ser uma grande janela cósmica de oportunidade.É a oportunidade de nos beneficiarmos de nossas experiências individuais e coletivas dos últimos 5 mil anos de história,à medida que nos libertarmos das crenças destrutivas que criaram doenças em nosso corpo e tempo de vida limitado,que levaram a diferenças que nos separaram,que justificaram as grandes guerras da história e destruiram partes inteiras de nosso planeta.Tal possibilidade existe apenas quando todos os parâmetros necessários convergem para uma única janela de tempo,e isso parece ser exatamente o que acontecerá em 2012.

Se a presença de campos magnéticos baixos nos prepara para a mudança e para a aceitação de novas experiências,se a perda do escudo magnético da Terra permite a influência direta de campos de alta energia,que são normalmente defletidos para trazer a mudança,e se ambas as coisas estão acontecendo no tempo geral de 26 mil anos do alinhamento galáctico,então é como se o cosmo tivesse conspirado para nos mostrar o poder do "raio de sincronização" galáctico.Que oportunidade rara e bizarra!O modo como vamos receber essa oportunidade é a escolha que estamos fazendo hoje.

Em 2005,a "Scientific American" publicou uma edição especial intitulada "Encruzilhadas para o planeta Terra",na qual identificou uma série de cenários que,deixados sem verificação,sustentam o potencial para o término da vida na Terra como a conhecemos hoje.A questão era que,embora qualquer dos cenários fossem catastróficos,todos estavam acontecendo hoje.Claramente,as escolhas da guerra,da escassez de recursos,do genocídio,do abuso de tecnologia e da tecnologia baseada em combustível fóssil não são sustentáveis por outro milênio.Para mudar a maneira como vivemos precisamos mudar nossas crenças,e tal mudança pode vir apenas da visão poderosa e holística de quem somos no universo.Do muito que 2012 representa,ele pode oferecer uma janela sem precedentes de tal oportunidade.

Estamos caminhando para um tempo de catástrofe sem precedente,para mil anos de paz ou para ambas as coisas?Ninguém sabe com certeza.Embora os ciclos solares e as reversões magnéticas sejam muito reais e definitivamente tenham acontecido no passado,nunca aconteceram enquanto 6,5 bilhões de pessoas viviam no planeta e,certamente,não com a maioria dessas pessoas dependendo da tecnologia de redes de energia,de comunicação,de computadores e de satélites de posicionamento global.Do mesmo modo que a incerteza acompanha qualquer nascimento,simplesmente não sabemos o que o nosso nascimento em tal experiência monumental pode significar para a vida,a tecnologia,nossas emoções e nossos corpos.

Sabemos,porém,que os antigos humanos podem ter experimentado ciclos semelhantes,embora menos intensos,alguns dos quais podem ter ocorrido há 10 mil anos.Embora as tradições bíblicas e oral sugiram que tal tempo,certamente,não foi "fácil como de costume",o fato de as pessoas terem vivido para recordar esses ciclos nos mostra que se pode sobreviver a esses eventos.As novas descobertas relacionando a física da crença à realidade também nos mostram que a maneira como sentimos nossa experiência tem um efeito direto sobre "o quê" realmente experimentamos.Para nosso encontro com 2012,isso sugere que,se vivermos focados em todas as coisas ruins que podem acontecer,perderemos as experiências alegres que podem realmente impedir que essas coisas ruins aconteçam.

Hoje,se você perguntar aos descendentes maias o que aconteceu aos seus ancestrais,eles lhe contarão a história de uma geração de guardiões do tempo,que,um dia,deixou seus templos,observatórios e pirâmides,caminhou para as florestas e simplesmente "desapareceu",retornando para o lugar de onde veio.Sem considerar o que a história dessa geração significa para nós,é claro que quem quer que tivessem sido esses maias originais,eles sabiam algo em seu tempo que estamos apenas começando a entender no nosso.A chave para a mensagem deles é que seu segredo era mais do que a representação precisa do tempo em uma placa de pedra.A única peça de sua sabedoria que não poderiam gravar em sua mensagem hieroglífica é precisamente a que dá sentido ao término de seu ciclo.Somos nós a peça de sabedoria,e se pudermos abraçar o fato de que somos uma família nesse mundo - e muito possivelmente parte de uma família maior no cosmo -, nossa experiência na história estará completa.

A partir dessas perspectivas,o solstício de 21 de dezembro de 2012 torna-se uma janela poderosa para nossa emergência coletiva em nosso potencial maior.Tal momento é tão raro que temos sido preparados para ele por mais de 5 mil anos,e serão necessários outros 26 mil anos antes que os mesmos ciclos de oportunidade surjam de novo.Enquanto a fonte de nossa luz - o Sol - se move em perfeito alinhamento com o centro de nossa galáxia,estamos prontos para receber a dádiva maior de todas,a do nosso eu verdadeiro?O palco está preparado,a escolha é nossa,o cosmo está esperando.Teremos sabedoria para unir ciência,história,tradição e crença no milagre que espera por nós em 21 de dezembro de 2012?




Fonte:"O Mistério 2012",predições,profecias e possibilidades,editora Geração Editorial,pags. 24,25 e 26

Imagens:Alexiuss

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

BOUDICCA --- A RAINHA VERMELHA

.


Estou terminando de ler "Os Corvos de Avalon",da Marion Zimmer Bradley,um romance histórico sobre a rainha Boudica.Admirar uma personagem de romance é muito fácil,
por isto resolvi pesquisar.Detalhe:a minha admiração pela personagem aumentou após a pesquisa.

"Boudicca era alta, terrível de olhar e abençoada com uma voz poderosa. Uma cascata de cabelos vermelhos alcançava seus joelhos; usava um colar dourado composto de ornamentos, uma veste multi-colorida e sobre esta um casaco grosso preso por um broche. Carregava uma lança comprida para assustar todos os que deitassem-lhe os olhos."...(Dião Cássio em "História Romana").

Boudicca era a rainha da tribo celta Iceni, que habitava a Grã-Bretanha por ocasião da conquista romana.

Entretanto, Prasutagus, seu marido, é quem conduzia o povo. Ele comprometeu sua posição política, quando realizou inúmeros acordos com os romanos, inclusive entregando parte de seus domínios, com a esperança de proteger seu título e sua família.

Mas, o rei Prasutagus, acabou sendo abatido pelo invasor e a rainha Boudicca, juntamente com suas filhas, foram estupradas e humilhadas pelos romanos. Os legionários saquearam todo o reino e realizaram uma operação de ataque contra a ilha de Mona, hoje conhecida como Anglessey, onde se encontrava um dos mais importantes centros de culto dedicado a Deusa Andraste. Essa iniciativa foi encerrada com a degola de diversos celtas, sendo que, os druidas, cuja a doutrina sempre foi incompreensível para o racionalismo latino, foram os primeiros a morrer, seguindo a escravização dos demais e a aniquilação dos bosques sagrados. Tudo isso, vai além da simples humilhação militar. Para uma cultura que tem a religião em tão alta estima, tais atos são autênticas profanações, um golpe certeiro na coluna vertebral de sua organização social. É possível que os generais romanos não se deram conta do que estava acontecendo, pois para eles, os deuses não passavam de um entretenimento pessoal, quase um luxo reservado aos acomodados patrícios de Roma ou para contentar escravos que não tinham mais consolo.

Com relação aos druidas, consideravam-nos chefes de rebeliões disfarçados de sacerdotes. Acreditavam que, destruindo seu centro de reunião, seria mais fácil pacificar a ilha inteira. Mas os druidas eram os únicos homens preparados para ensinar, perpetuar e aplicar de forma adequada a religião, algo que dava sentido a existência celta. Tentar extirpar o druidismo de sua raiz era condenar todos os celtas a algo pior do que a morte.

A notícia da destruição do centro do culto da Deusa Andraste associado ao ocorrido com a rainha Boudicca e suas filhas, resultou em uma reação bastante selvagem entre os bretões. Uma grande rebelião foi organizada e à frente da mesma foi colocada ao comando da rainha. As mulheres celtas, não eram somente semelhantes aos homens em estatura, mas equivalentes a eles, no que diz respeito à coragem, técnicas de guerra e o desejo de vingança.



Boudicca, então, com um exército de 100.000 homens impôs pesados revezes às legiões romanas. Colchester (Camulodunum), Londres (Londinium) e Verlamium, conheceram os efeitos da reputação guerreira da rainha e o tratamento que ela dava a seus inimigos. Suas ações bélicas foram consideradas como as mais sangrentas realizadas pelos celtas. Várias cidades romanas ficaram arrasadas e centenas de mulheres foram decapitadas em sacrifício à Deusa Andraste, a quem eram dedicadas todas as suas vitórias.

Os bretões devolveram "olho por olho" cada ato de crueldade que sofreram, destruíram todos os fortes romanos que encontravam pela frente e festejavam sobre as suas ruínas.

Contava-se que Boudicca libertava uma lebre como parte de um rito à Andraste, antes de iniciar uma batalha. Se os romanos matassem o animalzinho, despertariam a fúria da Deusa, que lutaria a seu lado, levando-a à derradeira vitória.

Entretanto, em uma última batalha, um exército romano chefiado por Suetônio Paulino,melhor equipado e organizado, acabou derrotando-a. A vitória romana converteu-se em carnificina.

Há informes contraditórios da morte de Boudicca. Há quem diga que ela morreu na batalha, mas muitas outros estudiosos afirmam que ela envenenou-se, evocando, em seu último suspiro, a Deusa Andraste, a "Invencível".

A morte da Rainha vermelha, entretanto, não pacificou os bretões, só serviu mesmo para estabilizar a situação. Os celtas compreenderam que seria quase impossível expulsar os romanos de seu território, mas esses também entenderam que seria totalmente impossível se impor aos celtas. Isso desembocou em uma frágil paz que nenhum dos dois grupos rompeu antes da coroação de Vespasiano como imperador de Roma.

Há um grande mistério em torno do nome de Boudicca, pois em galês ("budd" em galês), ele significa "A Vitória" e é bem provável que esta rainha ocupou uma posição dupla como líder tribal e como uma Druida. Esse nome, portanto, talvez seja um título religioso e não um nome pessoal, significando o ponto de vista de seus seguidores, que a personalizavam como uma Deusa.
Isso ajudaria explicar o fanatismo de uma variedade de tribos em seguir a liderança de uma mulher na batalha.



Boudicca era uma guerreira enfurecida, sendo descrita como uma mulher alta, de compleição física forte, dotada de uma vasta cabeleira vermelha e capaz de mudar seu rosto com gestos e contorções típicos de qualquer combatente celta. Todos os povos bretões levantaram suas armas para segui-la.

A fama da rainha Boudicca, como de muitas outras mulheres celtas, assumiu a dimensão de mito em toda a Grã-Bretanha. Uma estátua dela, representada segundo a concepção da memória popular, é encontrada em Londres, ao lado do rio Thames, próxima das casas do parlamento.



Segundo uma lenda popular, ela estaria enterrada debaixo de uma das plataformas da estação de Reis Cross. Diversas outras fontes, enumeram as plataformas oito, nove ou dez, como suposto lugar onde a rainha repousa.

Sua história tornou-se ainda mais popular durante o reino de outra rainha inglesa que dirigiu um exército de encontro à invasão estrangeira, rainha Elizabeth I.

..........

Exércitos de Março, em brilhante esplendor
Ao som da chamada de sangue e fogo
Liderados pela defensora da Britannia
Eles levantam contra o Império Romano

Boudicca,Rainha Guerreira da Inglaterra
Como teu noivo eu vou andar contigo

Suas filhas estupradas pelos invasores
Sua família morta ao fio da espada
Pomares contaminados pelos invasores romanos
Agora ela tem sua corte vingativa

Caçador Chifrudo,é o nosso Salvador
A águia romana está voando alto no céu
Caminho orgulhoso em favor de Andraste
Salve nossa terra de ser devorada pelo fogo

Na tres vezes maldita cidade de Londres
A ira druida é desencadeada logo
Incêndios flamejantes mancham o horizonte
A foice da morte colhe o homem

Anda em um carro manchado de sangue
Puxada por dois cavalos enormes
Ela é a filha do Deus Chifrudo
Poria Roma abaixo de seus pés

Como eu, o teu marido vai te honrar
Eu tenho o meu juramento de posse em fogo de Beltane
Para defender a minha terra para os próximos sete anos
Antes de curvar a cabeça para morrer
Todos os invasores serão testemunha agora
Verão como eu vou empunhar a lança do Deus Sol
Ao lado de minha Rainha Guerreira vou correr
As legiões de Roma vão tremer de medo
Testemunhar a glória do triunfo de Boudicca!

Mendes -O triunfo de Boudicca

Fonte:http://www.rosanevolpatto.trd.br/deusaandraste1.htm

domingo, 15 de novembro de 2009

A DOR QUE ENSINA

.


Vivemos em um universo que tem suas leis naturais próprias. O mundo evolui e tudo acontece, tudo nasce, morre, e torna a nascer e morrer, nos quatro cantos do mundo. Tudo que ocorre em nosso planeta se processa sob as influências dessas leis, inevitavelmente.

As mesmas forças que atuam sobre uma simples semente que germina e cresce, exercendo influências transformadoras, também atuam sobre nós seres humanos. E tantas são essas forças naturais...

Embora existam milhares de teorias sobre o sentido da vida e a missão de cada um, lentamente, à medida que o homem desperta sua consciência, algumas leis universais vão se revelando cada vez mais claras para a humanidade. A mais nítida delas: a lei da evolução constante.

Você não precisa acreditar em Deus, não precisa ser espiritualizado, nem precisa fazer muito esforço para perceber que o mundo não pára, evolui o tempo todo, em um espiral ascendente sem fim. Essas leis naturais que regem o universo não podem ser cessadas pelo homem, tampouco dependem de crença, elas simplesmente acontecem. Isso porque suas existências remontam a o período de formação da Terra, no grande estrondo, ou OM primordial, ou ainda o Big Bem. Resumo, sempre existiram.

A natureza intrínseca de um pássaro é voar, de um gato é miar. Na Terra, a natureza intrínseca é a ação dessas leis, porque dão vida e sentido.

Tudo indica que o nosso mundo tem um movimento interno constante promovido por essas forças, para poder proporcionar aos seres humanos a compreensão dessas leis. O indivíduo conectado, atento, sintonizado com sua essência, percebe essa ação natural e caminha "a favor da maré" nesse movimento evolutivo infindável.

O indivíduo disperso, desconectado de Deus, distraído, materialista, torna-se cego para a compreensão da real finalidade de sua existência, ou ainda, da realização da missão da sua alma.

E o que acontece quando nós, seres humanos, ignoramos a natureza evolutiva do Planeta?

Como reage o universo diante de nós, principalmente, quando nos distanciamos da realização da missão de nossas almas?

Se a lei em questão é a de evolução constante, é isso que o universo vai promover na vida de qualquer pessoa distante dessa realidade. O universo exercerá todo tipo de força ou ação para proporcionar que a pessoa caminhe no mesmo sentido de suas leis.

E o que isso significa na prática?

Que essas leis vão agir sobre qualquer um, independente de cor, raça, credo, idade, sexo, condição social ou nível de instrução e exercerá sua força.

Há uma pedagogia divina ou natural, um sistema de ensino automático que garante que tudo e todos evolua. As principais ferramentas dessa pedagogia são: dores, doenças, crises, sofrimentos, perturbações e decepções.

Parece até insensato à primeira vista aceitar que haja uma pedagogia universal, um sistema sutil de ensino ao qual a Existência ou Deus se utiliza, para promover nosso aprendizado e evolução, contudo é a mais pura realidade, basta observar.

Analise a sua vida ou a de uma outra pessoa. Busque na sua memória, uma situação ou acontecimento que tenha lhe causado dor, sofrimento, tristeza, até mesmo o caos.

Olhe, analise, reflita profundamente sobre aquela crise amorosa, ou financeira, demissão, acidente, assalto, doença, dor ou conflito que tenha lhe levado a um forte sofrimento.

Procure perceber que o ocorrido se deu faz algum tempo: quantos aprendizados você obteve por essa experiência. Veja agora que tudo já passou, você já compreende com outros olhos, e, mesmo que tenha sofrido muito com esses fatos traumáticos, ainda assim reconhece inúmeros aprendizados. Com essa reflexão, pode concluir que o sofrimento lhe ensinou muito. Concorda?

Às vezes, até demoramos em assumir ou nos conscientizar, mas não demora e damos o "braço a torcer", concordando que se não fosse aquela crise ou doença, jamais teríamos feito mudanças tão necessárias. Pense com carinho, deixe de lado todo o orgulho do seu ser, aceite essa difícil no entanto, verdadeira constatação:

"Ainda precisamos da dor para aprender".

É até triste admitirmos essa realidade, mas a verdade é que estamos ainda presos à necessidade de aprender pela dor.

O mais curioso disso é que a Lei da evolução constante não quer que você sofra! Ela apenas pede que você evolua. Cabe a cada um decidir se será pelo intermédio da dor ou da consciência (amor). É sempre escolha de cada um! Uma coisa é certa, a evolução precisa se processar e o universo sempre "cobrará", da sua maneira, o que muitas vezes não é nada agradável. A boa dica é correr na frente e não esperar ser "cobrado", facilita as coisas, dói menos e custa mais barato...

Podemos aprender sem a dor?

Sim! Podemos.

Para isso, precisamos ter consciência da ação dessas leis naturais, conhecendo seus mecanismos e nos ajustando a eles, dessa forma nos tornando "bons alunos" nesse Planeta-Escola chamado Terra.

Toda dor, doença, tristeza, crise ou conflito, revela a não compreensão dessas leis naturais por parte do afetado. Quando qualquer fato indesejado ocorre em nossas vidas, ele nos avisa que estamos em desalinhamento com o universo, que nossa vibração é diferente da vibração primordial. É um sinal que indica que nossa vontade (ego ou Eu inferior) está desalinhada em relação à vontade de Deus ou Eu superior.

Sempre que esquecemos da nossa missão e nos distraímos com as armadilhas da nossa existência na matéria, a pedagogia divina atuará sobre nós, em consequência desse desalinhamento, nos "cobrando" um ajuste de acordo com o fluxo dessas verdades imortais.

Dor, doença, crise ou sofrimento, são "flechas dos anjos" porque esclarecem nossos erros, porque nos avisam da necessidade de reflexão, mudança de conduta e pensamento. Nosso maior "pecado" é ignorar essas advertências sublimes.

O conhecimento dessas leis se chama: Consciência Espiritual. Portanto, evolução espiritual é o movimento que fazemos no sentido da busca do conhecimento dessas leis naturais que regem o universo.

Podemos tomar como exemplo um dos ensinamentos do Mestre Jesus que dizia:

"Conhece a verdade e ela vos libertará".

Ou ainda, a genial Helena P. Blavatsky:

"Nenhuma religião é superior à verdade".

A consciência da necessidade da busca por evolução espiritual (conhecimento das leis naturais) é o melhor caminho para eliminarmos a traumática pedagogia da dor como instrumento de evolução. Reflita sobre isso.

http://somostodosum.ig.com.br/clube/c.asp?id=19249

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

O HOMEM MODERNO

.


O homem moderno é o primeiro homem em toda a história que não tem nenhuma idéia do sagrado; ele vive uma vida bem mundana. Ele está interessado em dinheiro, poder, prestígio, e acha que isso é tudo. Essa é uma noção tão estúpida!
Sua vida está cercada de coisas pequenas, muito pequenas. Ele não tem idéia de coisa alguma maior do que ele mesmo. Ele negou Deus, disse que Deus está morto. Ele negou vida após a morte, negou a vida interior.
Ele só acredita em negar o centro; daí vermos tanto tédio por toda parte. Isso é natural, porque sem alguma coisa maior do que você para relacionar-se, sua vida vai ser tediosa, chata.

Uma vida só se torna uma dança quando é uma aventura. E ela só pode se tornar uma aventura quando há algo mais elevado do que você, para atingir, para realizar. O sagrado simplesmente significa que não somos o fim, que somos apenas uma passagem, que tudo ainda não aconteceu, que muito ainda precisa acontecer.
A semente precisa transformar-se num botão, o botão tem que tornar-se uma árvore, a árvore tem que esperar a primavera e a árvore tem que explodir em milhares de flores e libertar sua alma para o cosmos. Somente assim haverá preenchimento.



E o sagrado não está muito distante: só precisamos começar a investigar sobre isso. No princípio, ficamos tateando no escuro, é claro, mas logo as coisas começam entrar em sintonia, logo começamos a ter vislumbres do além, alguma música nunca antes ouvida começa chegar aos nossos corações: ela agita nosso ser, começa a nos dar uma nova cor, uma nova alegria, uma nova vida".

Osho, A Must For Morning Contemplation.

Imagens:
-Obra do artista Alex Alemany
-Art Kagaya