imagem: Jia Lu, Illuminated

"EM CADA CORAÇÃO HÁ UMA JANELA PARA OUTROS CORAÇÕES.ELES NÃO ESTÃO SEPARADOS,COMO DOIS CORPOS;MAS,ASSIM COMO DUAS LÂMPADAS QUE NÃO ESTÃO JUNTAS,SUA LUZ SE UNE NUM SÓ FEIXE."

(Jalaluddin Rumi)

A MULHER DESPERTADA PARA SUA DEUSA INTERIOR,CAMINHA SERENAMENTE ENTRE A DOR E AS VERDADES DA ALMA,CONSCIENTE DA META ESTABELECIDA E DA PLENITUDE A SER ALCANÇADA.

BLOG COM MEUS POEMAS:

http://desombrasedeluzanna-paim.blogspot.com/



sexta-feira, 18 de setembro de 2009

VOLTA AS TREVAS DA IDADE MÉDIA

.

Mulher é expulsa do Miss Toronto por ser Bruxa

A miss Stéphanie Conover não poderá ser uma das juradas do concurso de beleza Miss Toronto Turismo por gostar de "bruxaria", segundo definição da organização do evento.

Stéphanie, de 23 anos e vencedora de um concurso de miss no Canadá em 2007, já tinha tudo preparado para fazer parte do júri que decidiria em fevereiro a vencedora do concurso Miss Toronto Turismo, mas recebeu uma carta da organização afirmando que ela tinha sido eliminada por gostar de tarô.

A organização do evento afirmou que a "leitura do tarô e do reiki (uma prática originada no Japão) fazem parte do oculto e não é aceitável por Deus, os judeus, muçulmanos ou cristãos".

A organização reafirmou à imprensa sua decisão através de sua porta-voz, Karen Murray.

"Aceitamos (pessoas de) todas as religiões e todas as nacionalidades, mas as rejeitaríamos se estivessem envolvidas em bruxaria", afirmou.

Aparentemente Stéphanie forneceu detalhes sobre suas crenças quando a organização do concurso de beleza lhe pediu uma pequena biografia.

"Disse tudo o que faço; que sou uma artista, cantora e dançarina. Contei sobre meu trabalho com a caridade e também falei sobre meus hobbies, como escrever canções, tecer, pintar, praticar ioga, reiki e as cartas do tarô", disse Stéphanie ao jornal The Toronto Star.

Para Murray, estas características, especialmente as duas últimas, são suficientes para desqualificar Stéphanie.

"Queremos alguém com os pés na terra, não alguém no lado obscuro ou no oculto", afirmou a porta-voz.

http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL278272-5602,00-POR+BRUXARIA+MISS+E+BARRADA+EM+JURI+DE+CONCURSO+DE+BELEZA.html

Quando lemos a sessão de horóscopo em um jornal ou revista, aquela coluna que passa como besteira para alguns, e como oráculo do destino para outras, não dos damos conta de algumas conquistas que já foram realizadas em nome da liberdade de religião. Mas o quão para trás você acha que a Idade Média ficou no marcador da história quando algo assim acontece? E o quão rápido podemos voltar para ele ao considerarmos que o lugar onde isso aconteceu é uma das maiores potências democráticas da atualidade?

Aparentemente Stéphanie cometeu o erro de contar a verdade sobre si mesma ao preencher a pequena biografia solicitada pela organização.

http://www.imagick.org.br/apres/ArtigoTextos/Noticias/MissBruxa.html

Um comentário:

Reyel disse...

Isso não poderia ficar assim, é puro preconceito e intolerância religiosa. Tem que haver justiça, um abaixo-assinado, para pelo menos intimidar uma repetição desa atitude tão medieval, absurda, grosseira e ignorante.

Bendita sejas!